• Teresa Gomes

Liderar em Modelos Híbridos. Tu Cá, Tu Lá!


Quem já não comeu, pelo menos uma vez na vida, cornflakes? Sabias que os cornflakes surgem de um esquecimento do milho no forno , dos irmãos Kellog, em 1898?


Mas o que tem a descoberta dos cornflakes a ver com Liderar em Modelos Híbridos? É que encontrar algo é uma coisa, encontrar algo que não se procura e reconhecer o seu valor é outra!

Apesar de não serem uma novidade, os Modelos Híbridos de trabalho foram agora "vistos" pela primeira vez por muitas pessoas. E se por um lado, é um modelo que não se adapta a muitas tipologias de negócio e funções, por outro, onde foi experimentado existe um desejo mais ou menos generalizado de combinar o melhor de 2 mundos: os benefícios do trabalho remoto, com o "cara-a- cara" dos momentos presenciais. E em muitas organizações está a deixar de ser um nice to have para passar a ser um must have.

Estamos a descobrir como podemos evoluir de uma solução para dar resposta a uma pandemia, para uma realidade no pós pandemia, que seja confiável e consistente no longo prazo.


Este "tu cá, tu lá" é uma novidade para muitos! É uma mudança estrutural. Mas não é um começar de novo. Nos Modelos Híbridos as relações acontecem de forma diferente. A forma como nos que organizamos é diferente. E por isso, temos obrigatoriamente que repensar a forma como sempre fizemos.

Aos líderes das empresas que estão a adotar este modelo, esta realidade traz desafios acrescidos. Implica redescobrir-se no seu papel de líder e redescobrir a equipa. Mas também significa saber tirar partido da experiência adquirida, de forma descomplicada e simples.


Afinal, o que podemos continuar a trazer das nossas práticas de liderança e que vai continuar a resultar nos Modelos Híbridos? O que precisamos começar a fazer diferente? Acreditamos que estas são as One Million Dollor questions para os nossos líderes.

Aprofundar esta reflexão, pode ser a diferença que faz a diferença!

És líder e estás preparado para esta viagem de (re)descoberta? Vamos a isso! Tens caneta e papel na mão? A Coelho da Cartola ajuda-te!

  • Coloca-te questões e responde de forma honesta a ti próprio. O que significa para mim liderar em Modelo Híbrido? O que significa para mim esta mudança? Que tipo de Líder tenho sido? Que tipo de Líder preciso ser? O que me motiva nestes novos modelos? De que tenho receio? O meu mindset está a facilitar ou a bloquear uma boa experiência para mim e para a minha equipa?


  • Descobre em que é que acreditas. No fundinho de ti em que acreditas? Acreditas que "isto ainda vai voltar ao que era", que "a minha equipa é menos produtiva em trabalho remoto", que "não vamos conseguir manter a nossa cultura com esta nova forma de trabalho", que " as pessoas estão cansadas do online", ou que "vou fazer como sempre fiz, afinal a minha equipa é a mesma"? Se tens alguma destas crenças, precisas de alinhar o teu mindset com esta nova realidade. Não deixes que a tua mente seja o teu pior inimigo.


  • Observa, escuta e lê a tua equipa. Redescobrir as nossas pessoas, utilizando a lente de um Modelo Híbrido é fundamental. Ainda por cima num momento em que vivemos uma experiência transformadora como uma pandemia. Sabes o que valoriza agora cada uma das tuas pessoas? Como privilegiam manter as relações com os colegas e equipa de trabalho? Quais os seus receios? O que mais as motiva? Em que é que precisam da tua ajuda?


  • Desenvolve a flexibilidade, a confiança, o ownership e a cooperação. Estes são os pilares destes novos modelos de trabalho. Como estão o níveis de confiança na tua equipa? E o ownership e a cooperação? Como lidas com esta necessidade de maior flexibilidade? Conversa com a tua equipa para construírem estes pilares em conjunto! Trabalhar de forma diferente é novo para todos e o resultado do que conseguirem também é responsabilidade de todos.


  • Fomenta a disponibilidade para a aprendizagem. Para poderem acompanhar estas mudanças será necessário fazer novas aprendizagens e o desenvolvimento de novas competências, por isso é importante incentivar uma cultura de verdadeira aprendizagem.

  • Apoia-te na equipa e pede ajuda. És líder mas não és obrigado a saber tudo. Permite-te ser vulnerável. Em que precisas de ajudas? Quem são as pessoas que te podem ajudar?


E com a respostas que obtiveste e com coragem, muda o que tem que ser mudado e que depende só de ti e da equipa.

O desafio que todos temos pela frente é fazer do futuro do trabalho um win win para todos, aceitando que carregamos connosco o desafio imenso de lidar com a incerteza.

Cada vez mais, todos desejamos trabalhar em sítios que estejam alinhados com os nossos valores e que mostram uma preocupação autêntica com o bem estar individual. Afinal, todos queremos viver com qualidade. Nós e as nossas pessoas. E foi essa oportunidade que a maioria viu nos Modelos Híbridos.

Se conseguimos implementar estes modelos com sucesso, os resultados das organizações serão uma consequência natural do aumento da produtividade e da capacidade de retenção do talento.

Mesmo estando uns cá, outros lá!


Na Coelho da Cartola apoiamos os líderes na gestão das suas equipas em modelos híbridos. Sabe como em: https://bit.ly/3Gl7mak

74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo